Olá pessoal, tudo bem? O post de hoje é sobre um projeto que foi lançado recentemente, em parceria com os meninos da Kingly Studio, chamado Scriti. O Scriti é uma rede social para quem sonha em escrever e publicar suas histórias, na forma de textos ou livros e vendê-las para uma audiência.

Tudo começou alguns vários meses atrás, quando o Leandro me explicou sua ideia e disse que tinha esse o sonho de vê-la acontecer. Mas precisava, para isso, de uma identidade visual bacana e forte. Fomos então para a prancheta.

Afinal, o que diferencia uma rede social de todas as outras que existem por aí, senão o esquema de cores, a tipografia e os grafismos que a representam? É claro que suas funcionalidades tem um papel fundamental em torná-la bem-sucedida (ou não), mas a identidade visual é um dos pilares sobre os quais se constrói sua pregnância.

Quem não se lembra do tom de azul exato do Orkut ou tem dificuldades de reconhecer a tipografia do Facebook quando a vê aplicada por aí? Esses signos visuais são muito importantes e no Scriti a nossa intenção era começar com o pé direito, com uma logo que fosse ao mesmo tempo simples o suficiente de se entender e marcante o bastante para se lembrar. Chegamos ao seguinte resultado:

rede social

Todo mundo que escreve consegue identificar as referências utilizadas durante a sua criação. O ato de editar e marcar palavras para isso é uma parte muito familiar do processo e, somado a Fira Sans, tipografia escolhida para representar o nome do site, tomou um caráter irreverente e arrojado. Estávamos então, no caminho certo, com uma logo que agradava aos envolvidos no projeto e era facilmente entendida pelas pessoas de fora.

O próximo passo era o mais complexo. Tentar fazer um site diferente de todas as outras plataformas de publicação que existem por aí. Algo me diz que conseguimos.

rede social

rede social

rede social

Espero que você tenha gostado desse projeto tanto quanto eu. Inscreva-se no Scriti e comece a publicar suas histórias agora mesmo. Eu já estou lá, no perfil @samjovana. Abraços!